Regressar à lista

SISTEMA DE AJUDA AO ESTACIONAMENTO

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Princípio de funcionamento

Os sensores ultrassónicos, indicados pelas setas 1, estão montados nos para-choques para medir a distância entre o veículo e um obstáculo.

Esta deteção é traduzida por sinais sonoros, cuja frequência aumenta à medida que se aproxima do obstáculo, até se tornar num som contínuo quando o obstáculo se encontra a cerca de 20 ou 30 centímetros do veículo.

Consoante a configuração do veículo, o sistema deteta obstáculos à frente, atrás e nas laterais do veículo.

O sistema de ajuda ao estacionamento só está ativo enquanto o veículo se deslocar a uma velocidade inferior a cerca de 10 km/h.

A função não toma em consideração os sistemas de reboque ou de transporte que não sejam reconhecidos pelo sistema.

Localização dos sensores ultrassónicos 1

Certifique-se que os sensores ultrassónicos indicados pelas setas 1 não estão obstruídos (por sujidade, lama, neve, uma placa de matrícula incorretamente colocada/fixada), não foram sujeitos a impactos, modificados (incluindo pintura) ou tapados por qualquer acessório colocado na traseira e/ou, consoante o veículo, na dianteira ou nas partes laterais do veículo.

Esta função constitui uma ajuda suplementar à condução.

Todavia, em caso algum pode substituir o condutor nos cuidados e na responsabilidade que este deve ter durante as manobras.

O condutor deve estar sempre preparado para imprevistos que possam surgir durante a condução: certifique-se sempre de que não existem obstáculos móveis de dimensões pequenas e estreitas (como, por exemplo, uma criança, um animal, um carrinho de criança, uma bicicleta, uma pedra, um poste, etc.) no ângulo morto durante a manobra.

Nota: a afixação 2 apresenta a zona envolvente do veículo e emite sinais sonoros.

É necessário percorrer alguns metros antes que a deteção lateral esteja ativa.

Quando todas as zonas tiverem um fundo cinzento, o conjunto do perímetro do veículo é vigiado:

- A: análise da zona envolvente do veículo em curso;

- B: análise da zona envolvente do veículo realizada.

Nota: no caso de veículos equipados com a função “Câmara 360°” CÂMARA DE 360°, a análise da zona envolvente do veículo (zonas AB) não é apresentada no modo “Vista de pássaro” ou “Vista lateral”.

Funcionamento

A maioria dos objetos que se encontra na proximidade da parte dianteira, traseira e nas laterais do veículo é detetada.

Consoante a distância para o obstáculo, a frequência do sinal sonoro vai aumentando à medida que essa distância diminui, tornando-se um som contínuo quando o veículo estiver a aproximadamente 20 cm dos obstáculos situados nas laterais e a aproximadamente 30 cm dos obstáculos situados à frente ou atrás. As zonas verde, laranja (ou amarela, consoante o veículo) e vermelha serão apresentadas no visor C.

Nota: em caso de mudança de trajetória durante uma manobra, poderá ser assinalado tardiamente um risco de colisão com um obstáculo.

Em caso de colisão na parte inferior do veículo durante uma manobra (por exemplo, contacto com um pilarete, um passeio mais elevado ou qualquer outro mobiliário urbano) poderá danificar o veículo (por exemplo, deformação de um eixo).

Para evitar o risco de acidente, mande verificar o seu veículo num representante da marca.

Detecção de obstáculos na lateral

Consoante o orientação das rodas, o sistema determina a trajetória do veículo e avisa-o do risco ou não de colisão com um obstáculo 3 localizado na lateral do veículo.

Quando é detetado um obstáculo localizado na lateral:

- se existir o risco de colisão, os sinais sonoros são emitidos com uma frequência cada vez mais alta durante a aproximação do obstáculo, até se tornar contínua. As zonas verdes, cor de laranja e vermelhas são afixadas no visor D;

- se não existir qualquer perigo de colisão, não será emitido qualquer sinal durante a aproximação do obstáculo. As zonas verdes, cor de laranja e vermelhas são afixadas a sombreado no visor D.

Nota: em caso de mudança de trajetória durante uma manobra, poderá ser assinalado tardiamente um risco de colisão com um obstáculo.

Ativação/desativação

Para ativar ou desativar as diversas zonas cobertas pelos detetores ultrassónicos, consulte as instruções do sistema multimédia.

Selecione «ON» ou «OFF».

Em caso de colisão na parte inferior do veículo durante uma manobra (por exemplo, contacto com um pilarete, um passeio mais elevado ou qualquer outro mobiliário urbano) poderá danificar o veículo (por exemplo, deformação de um eixo).

Para evitar o risco de acidente, mande verificar o seu veículo num representante da marca.

regulações

Consoante o veículo, com o veículo imobilizado e o motor a trabalhar, é possível configurar algumas regulações no ecrã multimédia 4.

Para mais informações, consulte o manual do sistema multimédia.

Selecione “Ajustes”, “Assistente de estacionamento”.

Volume sonoro do sistema de auxílio ao estacionamento

Selecione “Definições”, “Assistente de estacion.”, “Som”. Regule o volume do sistema de ajuda ao estacionamento premindo “+” ou “-”.

Som do sistema

Permite escolher o som do sistema. Selecione “Definições”, “Assistente de estacion.”, “Som”.

Desativação do som do sistema

Ative ou desative o som do sistema de ajuda ao estacionamento.

Nota: se desativar o som, deixará de ser notificado através de sinais sonoros durante a aproximação de um obstáculo.

Desativar manualmente o sistema de ajuda ao estacionamento

Será necessário desativar a função se:

- se estiverem presentes equipamentos de reboque, transporte ou atrelado não reconhecidos pelo sistema à frente dos sensores ultrassónicos;

- em caso de danos nos sensores ultrassónicos.

Desativação automática do sistema de ajuda ao estacionamento

O sistema desactiva-se:

- quando a velocidade do veículo é superior a cerca de 10 km/h;

- consoante o veículo, quando este está parado há mais de aproximadamente cinco segundos e é detetado um obstáculo (caso, por exemplo, de um engarrafamento…);

- quando estiver na posição N;

- quando é detetada uma anomalia de funcionamento.

Nota: se o veículo estiver equipado com um reboque reconhecido pelo sistema, apenas será desativada a função de ajuda ao estacionamento traseiro.

Anomalia de funcionamento

Quando o sistema deteta uma anomalia de funcionamento, é emitido um sinal sonoro durante cerca de três segundos quando a marcha-atrás é selecionada pela primeira vez, acompanhado da mensagem “Verificar sensor. estac.” apresentada no quadro de instrumentos. Verifique se os sensores ultrassónicos estão limpos. Se a mensagem persistir, contacte um representante da marca.

Quando o veículo circular a uma velocidade inferior a cerca de 10 km/h, alguns ruídos (moto, camião, martelo pneumático, etc.) poderão provocar a emissão de sinais sonoros do sistema de ajuda ao estacionamento.

Intervenções/reparações do sistema

- Em caso de impacto, o alinhamento dos sensores poderá ser alterado e o respetivo funcionamento poderá ser afetado. Desative a função e consulte um representante da marca.

- Qualquer intervenção na zona dos sensores (reparações, substituições, etc.) deve ser realizada por um profissional qualificado.

Apenas um representante da marca está habilitado a intervir no sistema.

Em caso de perturbação do sistema

Determinadas condições podem perturbar ou danificar o funcionamento do sistema, tais como:

- condições meteorológicas adversas (chuva, neve, granizo, fina camada de gelo, etc.);

- em caso de exposição a ondas eletromagnéticas fortes (por baixo de linhas de alta tensão, etc.);

- alguns tipos de ruído (motociclo, camião, martelo pneumático, etc.);

- montar uma lança ou gancho de reboque incompatível.

Risco de falsos alarmes ou ausência de avisos

Em caso de comportamento anormal do sistema, desative-o e consulte um representante da marca.

Limitação do funcionamento do sistema

- A zona em torno dos sensores deverá permanecer limpa e isenta de modificações para garantir o devido funcionamento do sistema.

- Os objetos de pequenas dimensões que se desloquem perto do veículo (motos, bicicletas, peões, etc.) poderão não ser reconhecidos pelo sistema.

- O sistema poderá não detetar objetos que estejam demasiado perto do veículo.

- O sistema poderá não emitir qualquer aviso quando os outros veículos ou objetos circularem a uma velocidade significativamente diferente.

- Em caso de mudança de trajetória durante uma manobra, o sistema poderá comunicar obstáculos com atraso.

- Se o veículo estiver a rebocar um atrelado, será necessário desativar o sistema de ajuda ao estacionamento traseiro.

Desactivação da função

Será necessário desativar a função se:

- a zona em torno dos sensores foi danificada;

- o veículo estiver equipado com um equipamento de reboque não reconhecido pelo sistema (lança, gancho de reboque, adaptador, etc.).

ajuda ao estacionamento traseiro/dianteiro/lateral