Regressar à lista

ACTIVE DRIVER ASSIST

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

A “Active Driver Assist” é um sistema de ajuda à condução para utilização fora de zonas urbanas, em estradas amplas e com traços visíveis.

Consoante o veículo, este sistema é constituído pela função de “Regulador de velocidade adaptativo Stop and Go REGULADOR DE VELOCIDADE ADAPTATIVO STOP AND GO e pela função “Sistema de assistência à condução no centro da via.”.

Quando estas duas funções estão ativadas simultaneamente, o sistema permite ao condutor:

- manter a velocidade do veículo com base numa velocidade memorizada;

- ajustar a distância entre o seu veículo e o veículo da frente;

- direcionar o veículo para o centro da via;

- adaptar a velocidade do veículo à velocidade apresentada nos sinais de trânsito, automaticamente ou após confirmação por parte do condutor.

A função de regulador de velocidade adaptativo Stop and Go

Com base nas informações de um radar ou câmara ou dos mapas cartográficos enviados através de uma ligação GSM, o regulador de velocidade adaptativo Stop and Go dá-lhe a opção de manter uma velocidade selecionada, denominada velocidade de regulação, mantendo simultaneamente uma distância de segurança relativamente ao veículo que circula à sua frente na mesma via. A velocidade de regulação pode ser adaptada automaticamente a uma alteração do limite de velocidade (disponível mediante subscrição).

Se o veículo à sua frente parar, o regulador de velocidade adaptativo Stop and Go poderá travar o seu veículo até que se imobilize, antes de voltar a recuperar a velocidade.

O sistema controla a aceleração e desaceleração do seu veículo utilizando o motor e o sistema de travagem.

A função do regulador de velocidade adaptativo Stop and Go pode ser ativada entre 0 e 150 km/h ou 160 km/h, consoante as condições de circulação (trânsito, condições meteorológicas, etc.).

É representada pelo seguinte símbolo REGULADOR DE VELOCIDADE ADAPTATIVO STOP AND GO.

Nota:

- o condutor deve considerar o limite de velocidade máximo e as distâncias de segurança no país em que circula;

- o regulador de velocidade adaptativo pode travar o veículo até um terço da capacidade de travagem. Consoante a situação, o condutor pode ter que travar com mais força.

O regulador de velocidade adaptativo Stop and Go não aciona uma paragem de emergência e a respetiva capacidade de travagem é limitada.

Importante: mantenha sempre os pés próximos dos pedais e as mãos no volante, para que esteja preparado para qualquer situação.

A função “Sistema de assistência à condução no centro da via.”

Utilizando informações da câmara, a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” utiliza o sistema de direção para direcionar o veículo para o centro da via. Esta função apenas está disponível enquanto o regulador de velocidade adaptativo Stop and Go está ativo REGULADOR DE VELOCIDADE ADAPTATIVO STOP AND GO.

Se as condições o permitirem, a função está disponível entre:

- 0 e 160 km/h, aproximadamente, com um veículo à frente;

ou

- 60 e 160 km/h, aproximadamente, sem um veículo à frente.

A função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” é uma funcionalidade de conforto. É representada pelo símbolo .

Nota: no caso de curva apertada, as capacidades de retenção lateral da função são limitadas e requerem que o condutor tome medidas imediatas no volante.

Informações complementares

Consoante o veículo, a função “Active Driver Assist” pode ser utilizada com outras funções de ajuda à condução.

Tenha em atenção:

- a ativação do limitador de velocidade implica a desativação do sistema;

- o sistema não pode ser ativado quando a função “Assistência de estacionamento automatizada” está ativa;

- A ativação da função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” suspenderá as funções “Alerta de transposição involuntária de via” ou “Prevenção de transposição involuntária de via” caso tenham sido ativadas. Estas serão reativadas quando o condutor decidir parar a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.”.

Computador 1

Recebe informações do radar e da câmara para determinar a trajetória e a velocidade do veículo (aceleração ou travagem). Entre outras funções, controla a ativação/desativação do sistema (abertura de portas, etc.).

Câmara 2

Deteta as marcações no piso, os sinais de trânsito e a posição dos veículos nas diversas vias de trânsito. Complementa as informações transmitidas pelo 7 radar.

Certifique-se de que o para-brisas não está tapado (por sujidade, lama, neve, etc.).

Antena e mapas 3

São transferidos mapas rodoviários e determinadas condições de circulação (rotundas e curvas) em função do trajeto percorrido pelo veículo. O sistema está em condições de antecipar as desacelerações que se seguem a uma alteração do limite de velocidade indicado nos sinais de trânsito, em função dos parâmetros selecionados pelo condutor.

Antena e mapas 3 (cont.)

O sistema é igualmente capaz de regular a velocidade do veículo ao aproximar-se de uma curva ou rotunda.

Travão de estacionamento assistido 4

Mantém o veículo imobilizado em determinadas circunstâncias.

Sensor capacitivo 5

Consoante o veículo, deteta as mãos do condutor no volante.

Direção assistida 6

Atua nas rodas dianteiras para acompanhar a trajetória do veículo, em funções das informações transmitidas pelo 1 calculador.

Calculador do motor 7

Controla e comanda o motor para obter as acelerações desejadas.

Radar 8

Calcula a distância entre o seu veículo e o veículo da frente.

Radar 8 (cont.)

O alcance máximo do sistema é de aproximadamente 150 metros. Este alcance pode variar consoante as condições de circulação (relevo, condições climáticas, etc.).

Certifique-se que a zona do radar não é obstruída (sujidade, lama, neve, uma placa de matrícula dianteira incorretamente colocada), sujeita a impactos, modificada (incluindo através de uma pintura) ou ocultada por qualquer acessório colocado ao nível da parte dianteira do veículo (na grelha ou logótipo, etc.).

Controlo dinâmico do veículo 9

Este sistema transmite informações sobre a dinâmica do veículo ao calculador 1 (velocidade, aceleração lateral, etc.) e atua sobre o sistema de travagem para controlar a desaceleração e manter o veículo imobilizado.

As zonas do radar e da câmara devem permanecer limpas e isentas de alterações de modo a assegurar o devido funcionamento do sistema.

Comandos

10 Impulso para cima: coloca a função no modo de espera ou aumenta a velocidade de regulação memorizada (RES/+).

10 Impulso para baixo: ativa, memoriza e diminui a velocidade de regulação (SET/-).

11 Colocação em espera das funções ativas (com memorização da velocidade de regulação) (0).

12 Ativação/desativação do limitador de velocidade .

13 Regulação da distância de segurança.

14 Interruptor principal para ligar/desligar o regulador de velocidade adaptativo Stop and Go.

15 Botão contextual.

16 Ativação/desativação da função “Sistema de assistência na transposição involuntária de via” .

Afixações no quadro de instrumentos

17 Testemunho da função de regulador de velocidade adaptativo Stop and Go .

18 Velocidade de regulação memorizada.

19 Veículo da frente.

20 Distância de segurança memorizada

21 Indicadores de linhas esquerda e direita

22 Testemunho da função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” .

Volante 23

O condutor deve ter sempre as mãos no volante. Se for exercida demasiada força ao virar o volante, a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” será colocada no modo de espera para que o condutor possa retomar o controlo do veículo.

Em determinadas condições (curvas apertadas, etc.), poderá ser ativada uma vibração no volante para avisar o condutor que necessita de retomar o controlo do veículo.

Se o condutor não assumir o controlo do volante (se não forem detetadas as mãos do condutor), a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” será desativada após diversos avisos.

Ativar a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.”

A função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” deve ser previamente selecionada através do ecrã multimédia para ser ativada.

No mundo “Veículo”, selecione o separador “Assistente de condução” e, em seguida, o menu “Sistema de assistência na transposição involuntária de via”.

Selecione “Sistema de assistência à condução no centro da via.”.

Esta seleção permanece memorizada quando o veículo é parado.

A função “Sistema de assistência na transposição involuntária de via” deve estar ativa. Se o testemunho do botão 16 não estiver aceso, prima o botão 16 .

A mensagem “Transposição Involuntária de Via ativada” é apresentada no quadro de instrumentos para confirmar que a função está ativa.

Este estado permanece memorizado quando o veículo é parado.

O regulador de velocidade adaptativo Stop and Go deve estar ligado.

Para tal, prima o botão 14 para o ativar. A mensagem “Ajuda ativa à condução pronta: SET para ativar” (ou, consoante o veículo, “Assist. condução em autoestrada: pronto. SET para ativar”) será apresentada no quadro de instrumentos.

O testemunho 22 é apresentado a cinzento no quadro de instrumentos.

Em seguida, empurre o comando do volante 10 para baixo (SET/-).

Em seguida, a função “Active Driver Assist”, constituída pelo regulador de velocidade adaptativo Stop and Go e pela “Sistema de assistência à condução no centro da via.”, é ativada.

O testemunho 22 é apresentado a verde e os indicadores de linhas esquerda e direita 21 são apresentados no quadro de instrumentos para confirmar que a função está ativada e a orientar o seu veículo para o centro da via.

Pode interromper a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” em qualquer momento movendo o volante. Assim que deixar de virar o volante, a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” será reativada.

Nota: é necessário manter as mãos no volante ao utilizar a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.”.

Colocar a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” no modo de espera

A função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” é automaticamente colocada no modo de espera quando:

- se o regulador de velocidade adaptativo Stop and Go for colocado em suspensão REGULADOR DE VELOCIDADE ADAPTATIVO STOP AND GO ;

- o sistema não deteta as linhas ou apenas uma linha é detetada na sua via de circulação;

- a largura da via é demasiado estreita ou larga;

- o sistema não deteta as mãos do condutor no volante;

- a curva é muito apertada;

- em algumas condições de circulação (rotunda, cruzamento, etc.);

- a velocidade do veículo é superior a aproximadamente 150 km/h ou 160 km/h, consoante o veículo;

- a velocidade do veículo é inferior a aproximadamente 60 km/h, sem nenhum veículo na frente;

- o veículo toca ou cruza uma linha;

- o sistema é temporariamente perturbado (por exemplo: câmara tapada por sujidade, lama, neve, condensação, etc.).

Determinadas ações realizadas pelo condutor também suspendem a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.”:

- ativação dos pisca-piscas;

- utilização de força excessiva ao manobrar o volante.

A suspensão da função é confirmada pelo testemunho 22 e pelos indicadores de linhas esquerda e direita 21 a cinzento no quadro de instrumentos.

Assim que as condições forem restabelecidas, a função direciona novamente o veículo para o centro da via. O testemunho 22 e os indicadores de linhas esquerda e direita 21 são apresentados a verde no quadro de instrumentos.

Pode afetar a trajetória do veículo em qualquer altura, virando o volante.

Importante: mantenha sempre os pés próximos dos pedais e as mãos no volante, para que esteja preparado para qualquer situação.

Alerta “Mãos no volante”

Quando a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” deixar de detetar as mãos do condutor no volante, serão acionados diversos níveis de aviso:

- ao fim de 15 segundos, a mensagem “Mantenha as mãos no volante” é apresentada no quadro de instrumentos;

- ao fim de aproximadamente 30 segundos, a mensagem “Mantenha as mãos no volante” e o testemunho 24 são apresentados a vermelho no quadro de instrumentos, acompanhados de um sinal sonoro cujo volume aumenta gradualmente;

- ao fim de aproximadamente 45 segundos, as fontes de áudio são colocadas no modo de espera, o sinal sonoro é emitido continuamente, o testemunho 24 apaga-se e a mensagem “Centragem via desativada” é apresentada a vermelho no quadro de instrumentos: a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” é desativada.

Se o condutor não colocar as mãos no volante após a apresentação do aviso, será emitido um sinal sonoro e o testemunho 24 piscará no quadro de instrumentos.

Em seguida, os travões são acionados repetidamente durante breves instantes para informar o condutor que deve retomar o controlo do veículo colocando as mãos no volante.

Se o condutor não responder, a “Active Driver Assist” ativará o sinal de perigo e abrandará o veículo até este parar por completo.

O condutor pode interromper a manobra, e a “Active Driver Assist”, em qualquer momento colocando as mãos no volante, travando ou desativando a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” ou a função do regulador de velocidade adaptativo Stop and Go.

Nos primeiros dois níveis de aviso, quando o sistema deteta novamente a presença das mãos do condutor no volante, este cessa os avisos. A função continua a direcionar o veículo para o centro da via.

Alerta de “Mãos no volante” (cont.)

Nota: em algumas situações, a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” poderá deixar de ser capaz de detetar as suas mãos no volante e poderá emitir um sinal:

- o condutor segura o volante muito levemente;

- o condutor não usa luvas;

-...

Se a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” for desativada devido à não deteção das mãos do condutor no volante, a função do regulador de velocidade adaptativo Stop and Go permanecerá em funcionamento.

Aviso relativamente ao sensor capacitivo: é proibido montar qualquer acessório no volante (capa de proteção, etc.)

Em caso de curva apertada

No caso de uma curva apertada, e consoante a velocidade do veículo, as capacidades de retenção lateral da função serão limitadas e requerem que o condutor realize ações imediatas no volante para que o veículo permaneça no centro da via.

Se o condutor não intervir, a função aciona a vibração do volante para sinalizar que o veículo está prestes a cruzar a linha e que o condutor necessita de tomar ações imediatas.

O testemunho 22 e os indicadores de linhas esquerda ou direita 21 surgem a vermelho no quadro de instrumentos.

Se o veículo transpuser um traço por completo e sair da respetiva via ou se a curva for demasiado apertada, a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” será colocada no modo de espera.

A suspensão da função é confirmada pelo testemunho 22 e pelos indicadores de linhas esquerda e direita 21 a cinzento no quadro de instrumentos.

A função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” não pode ajudar o condutor a negociar uma rotunda ou um cruzamento e poderá passar automaticamente para o modo de espera (consulte as páginas anteriores).

Em qualquer caso, o condutor deve virar sempre o volante para gerir a trajetória do veículo nestas condições de circulação.

Desativar a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.”

A função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” será desativada se:

- premir o interruptor 16. A desativação da função é confirmada pela apresentação da mensagem: “Transposição Involuntária de Via desativada” no quadro de instrumentos.

Nota: premir o interruptor 16 desativa a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.”, mas não afeta o funcionamento do regulador de velocidade adaptativo Stop and Go;

- se o regulador de velocidade adaptativo Stop and Go for desativado REGULADOR DE VELOCIDADE ADAPTATIVO STOP AND GO.

Nota: premir o botão 14 simultaneamente desativa a função do regulador de velocidade adaptativo Stop and Go e a função “Sistema de assistência à condução no centro da via.”;

- o sistema não voltará a detetar as mãos do condutor no volante durante um período de aproximadamente 45 segundos;

- a seleção da função “Sistema de assistência à condução no centro da via.” é cancelada através do ecrã multimédia (no Mundo “Veículo”, selecione o separador “Assistente de condução” e, em seguida, o menu “Sistema de assistência na transposição involuntária de via”).

O testemunho 22 e os indicadores de linhas esquerda e direita 21 desaparecem do quadro de instrumentos.

Anomalias de funcionamento

Se for detetada uma anomalia de funcionamento na função “Sistema de assistência à condução no centro da via.”, a mensagem “Verificar centragem na via” será apresentada no quadro de instrumentos e a função será desativada.

A função de regulador de velocidade adaptativo Stop and Go permanece operacional.

Dirija-se a um representante da marca.

A “Active Driver Assist” é uma ajuda suplementar à condução. Em caso algum poderá o sistema substituir o respeito pelas limitações de velocidade, distâncias de segurança e a atenção do condutor.

O condutor deve manter sempre o controlo do veículo.

O condutor deve adaptar sempre a sua trajetória e a velocidade às condições de circulação e zona envolvente, independentemente das indicações do sistema.

Com a exceção dos traços que delimitam as vias de trânsito e os sinais de limite de velocidade dentro dos limites da capacidade de deteção do sistema, as informações dos sinais rodoviários (outros sinais de trânsito, semáforos, passadeiras, etc.) não são reconhecidas pelo sistema. Estes indicadores não acionam qualquer alerta ou reação do sistema.

A “Active Driver Assist” utiliza as funções “Regulador de velocidade adaptativo Stop and Go” e “Sistema de assistência à condução no centro da via.”. O sistema não deve, em caso algum, ser considerado um detetor de obstáculos ou um sistema anticolisão.

Utilize a “Active Driver Assist” exclusivamente fora de zonas urbanas, em estradas amplas com traços visíveis.

Não deve ser utilizada em condições de muito trânsito, em estradas sinuosas ou com piso escorregadio (gelo, “lençol de água”, gravilha) ou quando as condições meteorológicas forem adversas (nevoeiro, chuva, vento lateral, etc.).

Risco de acidente.

Intervenções/reparações do sistema

- Em caso de impacto, o alinhamento do radar e/ou da câmara poderá ser modificado e o respetivo funcionamento poderá ser afetado. Desative o sistema e consulte um representante da marca.

- Qualquer intervenção perto do radar e/ou da câmara (substituições, reparações, modificações no para-brisas, pintura, etc.) deve ser realizada por um profissional qualificado.

Apenas um representante da marca está habilitado a intervir no sistema.

Desativação do sistema

Será necessário desativar o sistema se:

- o veículo circular em estradas sinuosas;

- o veículo foi rebocado (desempanagem);

- o veículo rebocar um atrelado ou uma caravana;

- o veículo está a circular num túnel ou próximo de uma estrutura metálica;

- o veículo chega a uma portagem, uma zona de trabalhos na estrada ou uma via estreita;

- o veículo está a circular num declive muito acentuado;

- a visibilidade é insuficiente (sol intenso, nevoeiro, etc.);

- as condições climáticas são más (chuva, neve, ventos laterais, etc.);

- o veículo está a circular sobre piso escorregadio (chuva, neve, gravilha, etc.);

- a zona da câmara está danificada (por exemplo: zona interior ou exterior do para-brisas); o para-brisas está fissurado ou deformado;

- a zona do radar foi danificada (impactos, etc.);

- a superfície do volante está danificada ou húmida.

Em caso de comportamento anormal do sistema, desative-o e consulte um representante da marca.

Determinadas condições podem perturbar ou danificar o funcionamento do sistema, tais como:

- obstrução do para-brisas ou da área do radar (devido a sujidade, gelo, neve, condensação, etc.). Verifique com frequência a limpeza e o estado do para-brisas, das escovas do limpa-vidros dianteiro e do para-choques dianteiro;

- um meio ambiente complexo (túnel, etc.);

- más condições atmosféricas (neve, chuva intensa, granizo, gelo, etc.);

- má visibilidade (noite, nevoeiro, etc.);

- mau contraste entre o veículo que o precede e a zona envolvente (por exemplo, veículo branco numa zona com neve, etc.);

- encandeamento (sol intenso, luzes de veículos em sentido contrário, etc.);

- estrada estreita, sinuosa ou ondulante (curvas apertadas, etc.);

- o sistema deteta as marcas no alcatrão como uma linha;

- estreitamento/alargamento de vias;

- marcações do solo gastas, com pouco contraste ou muito espaçadas entre si (traços parcialmente apagados, etc);

- várias marcações na estrada (zona de trabalhos na estrada, estradas escorregadias com ligação a autoestradas adjacentes, berma da estrada, etc.);

- sinais de trânsito que não incluam uma seta, situados numa saída de autoestrada;

- uma área com conectividade reduzida que impossibilite a geolocalização do veículo ou mapas desatualizados;

- um veículo com uma diferença de velocidade significativa;

- utilização de tapetes não adaptados para o veículo. Do lado do condutor, utilize imperativamente apenas tapetes adaptados ao veículo fixados aos elementos pré-instalados e verifique regularmente a sua fixação. Não sobrepor vários tapetes. Risco de bloqueio dos pedais.

Nestes casos:

- Risco de travagem ou aceleração involuntárias.

- Risco de correção involuntária ou incorreta ou ausência de correção da trajetória.

Diversas situações inesperadas podem afetar o funcionamento do sistema. Certos objetos ou veículos que podem surgir na zona de deteção do radar ou da câmara podem ser interpretados incorretamente pelo sistema, levando a uma possível aceleração ou travagem inadequadas.

Deve sempre manter-se atento para situações imprevistas que possam ocorrer durante a condução. Mantenha sempre o seu veículo sob controlo, mantendo os pés próximos dos pedais e as mãos no volante, para que esteja preparado para agir em qualquer situação.

active driver assist